Segunda-feira, 26 de junho de 2017
            








Campanha Salarial 2014: Todos ao ato dia 5 de fevereiro

29/01/2014

Como 2014 é ano eleitoral, o prazo para o governo atender a qualquer demanda do funcionalismo público que represente impacto financeiro é até o dia 5 de abril. Por esta razão, o Sindsep-DF convoca todos – servidores, aposentados, pensionistas, anistiados e PDVistas – para intensificar a Campanha Salarial 2014 com a participação no ato dia 5 de fevereiro (quarta-feira), a partir das 10h, em frente ao Ministério do Planejamento (bloco K). A atividade é organizada pela Condsef em conjunto com seus sindicatos filiados e deve contar com a participação de caravanas de servidores de todo o País.

Assim como em 2012, o Ministério do Planejamento foi categórico em afirmar à Condsef – no dia do lançamento da Campanha Salarial 2014 (22/01) –, que o governo não pretende atender a nenhuma reivindicação que gere impacto orçamentário para este ano. Para romper com a intransigência do governo em 2012 os servidores sustentaram 72 dias de greve no DF que forçaram o Ministério do Planejamento a recuar e conceder um reajuste que variou de 9% a 37% em três anos. Foi a unidade da categoria que conquistou a vitória de 2012. Essa mesma união precisa ser demonstrada ao governo em 2014.

Em 2012 o governo também usava o discurso de que não havia recursos no orçamento para o reajuste. Mas no final, somado a outras categorias, o reajuste foi de R$ 22 bilhões, parcela significativa do Orçamento da União que se não fosse para os servidores iria parar nas mãos dos banqueiros e grandes empresários. O discurso se repete este ano, pois a política do governo de total submissão ao mercado financeiro permanece a mesma. No entanto, no dia 22/01, a Receita Federal anunciou que a arrecadação de impostos no Brasil atingiu novo recorde e cresceu 4,08% em 2013. Ou seja, novamente, o funcionalismo terá que lutar para conseguir que estes recursos sejam usados na valorização do servidor e do serviço público, em detrimento da política de superávit primário.

São bandeiras da Campanha Salarial 2014: a antecipação da parcela de 2015 para março de 2014; incorporação das gratificações ao Vencimento Básico; manutenção do Direito de Greve; política salarial permanente; diretrizes do plano de carreira; paridade ativos, aposentados e pensionistas; data-base; regulamentação da negociação coletiva; cumprimento dos acordos; retirada de PLs que prejudicam os trabalhadores; e reajuste dos benefícios (auxílio-alimentação, contrapartida do plano de saúde), além das demandas específicas da base do Sindsep-DF, tais como a mudança do regime jurídico dos anistiados, a anistia da compensação das horas da greve de 2012, entre outras reivindicações.

Ato 5 de fevereiro – Quarta-feira
10h – Ministério do Planejamento (bloco K)
Campanha Salarial 2014


Fonte: Imprensa Sindsep-DF





    




» Voltar » receber o boletim eletrônico » Encaminhar » Imprimir


  Mais Notícias
 23/06/2017 - Desabafo da família do secretário-geral do Sindsep-DF sobre prisão do sindicalista
 22/06/2017 - Todos na greve geral do dia 30 de junho
 22/06/2017 - Sindsep-SP repudia a prisão arbitrária do companheiro do Sindsep-DF
 21/06/2017 - #BotandoPilha denuncia prisão arbitrária do secretário-geral do Sindsep-DF
 21/06/2017 - Nota de repúdio da ANSAC
[ + ] mais notícias
   
 SBS Qd. 01 Bloco "K" - Ed. Seguradoras 16º e 17º andares CEP: 70 093-900 Brasília/DF Tel.: (61) 3212 1900 Fax: 3225 0699