Sexta-feira, 19 de outubro de 2018
            








Editorial: Estamos no ano da virada!

09/01/2018


Os trabalhadores brasileiros não assistem inertes ao ataque aos seus direitos como esperavam os golpistas. E a reação da classe trabalhadora levou no ano que passou aos sucessivos adiamentos da votação da Reforma da Previdência e a suspensão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da MP 805, que transferia de 2018 para o próximo ano os reajustes de diversos setores do funcionalismo e aumentava para 14% a alíquota da contribuição previdenciária de servidores que ganham acima do teto previdenciário. 

O resultado da pressão dos trabalhadores dos setores público e privado, do campo e da cidade, representado nessas duas vitórias, revela uma possibilidade real dos reverter o quadro de ataques do governo golpista. Mas para isso, é imprescindível a manutenção da unidade e da mobilização, mesmo em tempos de aparente calmaria, visto que a votação da PEC 287 (Reforma da Previdência) já está agendada para 19 de fevereiro.

Por esta razão, o Sindsep-DF não tirou férias e permanece incansavelmente lutando em defesa dos direitos dos servidores e por um serviço público de qualidade que atenda às necessidades do povo brasileiro, contra as privatizações, o desmonte do Estado e o sucateamento dos órgãos federais, as demissões arbitrárias e as perseguições a sindicalistas, e toda e qualquer retirada de direitos dos trabalhadores.

É necessário lembrar que estamos em um ano eleitoral no qual, mais do que nunca, a classe trabalhadora e o movimento sindical devem apoiar candidaturas que tiverem a disposição e a firmeza de combater todo o retrocesso aos diretos dos trabalhadores e que se posicionem claramente em defesa da democracia. Neste sentido, a direção do Sindsep-DF, consciente do papel transformador da entidade e sem abrir mão de um sindicato autônomo, independente e democrático, afirma que eleição sem Lula é fraude. 

E com isso, o sindicato como entidade suprapartidária não levanta a bandeira da eleição deste ou de qualquer outro candidato, mas defende abertamente que a Lava Jato não serve aos interesses da população brasileira e tampouco para combater a corrupção, como a mídia e o Judiciário golpista querem nos fazer acreditar, mas sim se revelou um processo partidário a serviço da burguesia nacional e internacional que hoje se beneficia com a retirada de direitos dos trabalhadores e a venda das riquezas do nosso país.

Portanto, vamos à luta! É hora de virar o jogo!


Fonte: EG 474



    




» Voltar » receber o boletim eletrônico » Encaminhar » Imprimir


  Mais Notícias
 17/10/2018 - COMUNICADO AOS SERVIDORES E EMPREGADOS PÚBLICOS FEDERAIS
 04/10/2018 - Funasa: sindicalistas buscam renovação de convênio com o GDF
 28/09/2018 - Convocação de servidores para regularização de cadastro junto à RF
 28/09/2018 - Atenção servidor: a ação de correção do PASEP será individual
 26/09/2018 - HFA: Assembleia refuta argumentos da Nota de Esclarecimento da direção do hospital
[ + ] mais notícias
   
 SBS Qd. 01 Bloco "K" - Ed. Seguradoras 16º e 17º andares CEP: 70 093-900 Brasília/DF Tel.: (61) 3212 1900 Fax: 3225 0699