Quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
            







Agentes de Vigilância: Categoria quer manter escala de 12x36 horas

12/11/2018

A direção do Sindsep-DF está numa luta árdua para reverter a extinção da escala de 12x36 horas dos agentes de vigilância lotados no Ministério da Fazenda, oriundos do quadro efetivo do extinto Ministério da Previdência Social. São 32 agentes que há décadas trabalham na mesma modalidade de horário e que de repente tiveram suas vidas totalmente desorganizadas, passando a serem obrigados a cumprir expediente de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. “O prejuízo não é apenas para os trabalhadores, mas principalmente para o erário público, visto que sem a escala de 12 x 36 horas, o ministério passou a contratar empresa terceirizada para cobrir o turno da noite, os feriados e finais de semana”, argumenta o secretário-geral do Sindsep-DF, Oton Pereira Neves.

O assunto foi tema de reunião realizada dia 3 de outubro, entre o sindicalista e a coordenadora-geral de Gestão de Pessoas, Danielle Santos Calazans. Na ocasião, ela se comprometeu a envidar esforços para reverter a posição do ministério, desde que não haja impedimento legal. Para confirmar a questão, solicitou parecer da PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional) que ainda não manifestou sua posição.

Caso a PGFN continue a demora na emissão de um parecer, nos próximos dias, o Sindsep-DF e os agentes de vigilância farão uma “visita” ao órgão para cobrar o documento. 

Fonte: EG 477



    




» Voltar » receber o boletim eletrônico » Encaminhar » Imprimir


  Mais Notícias
 18/12/2018 - Funcionários do Ministério do Trabalho protestam pela 3° vez contra o fim da pasta, em Brasília
 18/12/2018 - Sindsep-DF realiza ato em defesa ao Ministério do Trabalho
 11/12/2018 - Cerimônia de posse dos Delegados Sindicais
 27/11/2018 - Organização Sindical: 30 novas Seções Sindicais são eleitas na primeira etapa do pleito
 22/11/2018 - Nota de pesar
[ + ] mais notícias
   
 SBS Qd. 01 Bloco "K" - Ed. Seguradoras 16º e 17º andares CEP: 70 093-900 Brasília/DF Tel.: (61) 3212 1900 Fax: 3225 0699