Sindsep-DF reafirma posição contrária ao PDV

Sindsep-DF reafirma posição contrária ao PDV

Em entrevista ao jornal SBT Brasil, exibido dia 20/05, o secretário-geral do Sindsep-DF, Oton Pereira Neves, classifica o Programa de Demissão Voluntária – PDV do governo Bolsonaro como ação de desgoverno. “O PDV é o enfraquecimento das estatais brasileiras e isso é um desgoverno, na minha avaliação”, afirmou.

A medida faz parte do plano do Ministério da Economia para economizar R$ 2,3 bilhões com o desligamento de 21 mil servidores de sete empresas estatais, das quais quatro integram a base do Sindsep-DF (Ebserh, Valec, Imbel, Conab).

De acordo com Neves, o PDV é ruim porque enfraquece a empresa pública e contribui para o desmonte do Estado. “O Brasil é um dos países com menor relação entre empregados públicos e a população. Enquanto aqui são 3,5 servidores para 100 mil habitantes, em países com alto desenvolvimento econômico, como a Noruega, a relação é de 60 empregados públicos para 10O mil habitantes”.

Além disso, o PDV empurra o trabalhador para um mercado que tem índices cada vez mais alarmantes de desemprego e desfalca o serviço público de seus profissionais mais qualificados que são atraídos para o setor privado com promessas de maiores salários. “O governo não tem nenhuma proposta que atenda minimamente os anseios da população, principalmente para os mais carentes. Em vez disso, aplica medidas como congelamento salarial, corte nas verbas da educação e extinção da aposentadoria pública e solidária”, comentou.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *