Aposentados e pensionistas de 17 órgãos presentes no dia Nacional de luta

Aposentados e pensionistas de 17 órgãos presentes no dia Nacional de luta

Os servidores aposentados e os pensionistas da base do Sindsep-DF participaram de ato em frente ao Ministério da Economia (bloco P), na manhã desta terça-feira (13). Com faixas, bandeiras e palavras de ordem, a categoria se posicionou contra a reforma da previdência. Aprovada na Câmara dos Deputados e em tramitação no Senado Federal, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 traz graves prejuízos para os atuais aposentados e pensionistas do serviço público.

“Além da perda do poder de compra do seu salário em virtude do congelamento salarial, aposentados e pensionistas verão sua remuneração diminuir ainda mais, caso essa PEC seja aprovada, em função do aumento da alíquota previdenciária, cobrada hoje sobre os valores que superem o teto da previdência, e da criação de uma taxa extra para os valores que superem o salário mínimo”, explicou o secretário-geral Oton Pereira Neves.

A atividade foi aprovada em assembleia realizada na sexta-feira (9), quando também foi aprovada a elaboração de uma Carta Aberta em Repúdio ao texto da reforma. O documento dirigido ao ministro da Economia, Paulo Guedes, foi protocolado pela direção do Sindsep-DF. Também estavam na manifestação a diretora da CUT Brasil, Cleusa Cassiano, e o secretário-geral da Condsef/Fenadsef, Sérgio Ronaldo.  A carta também foi distribuída entre os presentes e lida em sua íntegra ao longo da atividade. “É importante que os servidores que estão na ativa integrem essa luta conjunta com os aposentados e pensionistas em defesa de seus direitos”, afirmou Neves. 

Após o ato, a delegação do Sindsep-DF se incorporou a 1ª Marcha das Mulheres Indígenas que reuniu cerca de 10 mil mulheres indígenas, representando mais de 300 povos, que tomaram a Esplanada dos Ministérios para reivindicar suas terras, o respeito à suas culturas, educação, saúde, e o fim da violência contra a mulher. “Somos solidários à luta indígena, pois a reivindicação é a mesma: respeito aos nossos direitos. Além disso, o atendimento das reivindicações das índias passa pelo fortalecimento do serviço público com o retorno da titulação das terras indígenas pela Funai e o fortalecimento da Sesai, por exemplo”, declarou Gediel Júnior, secretário de Comunicação e Imprensa do Sindsep-DF.

Participaram da atividade aposentados e pensionistas do Banco Central; Comandos da Aeronáutica e do Exército; Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Ministério da Economia; Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE); Fundação Nacional de Saúde (Funasa); Hospital das Forças Armadas (HFA); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); Ministério da Educação (MEC); Ministério da Saúde e dos extintos Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Ministério da Fazenda, Ministério do Planejamento, Ministério da Previdência Social (MPS), Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *